Quando o creme não compensa mais?

Você sabia que cremes antiidade NÃO estimulam a produção de colágeno? Só os procedimentos dermatológicos são capazes de estimular a produção de colágeno NOVO e rejuvenescer a pele! Além disso, chega um momento em que cremes não dão mais resultados e você pode entender mais sobre o assunto continuando a leitura deste post.

Os cremes antiidade hidratam e mantém a qualidade da pele, funcionando principalmente, para manutenção dos resultados dos procedimentos estéticos, por um período. Para quem já passou dos 30 e começa a notar os primeiros sinais do envelhecimento da pele, produtos anti-idade são o tratamento ideal para recuperar a cútis e suavizar sinais de expressão, com melhorias em poucas semanas.

Me siga no Instagram! @dracarolinacoelho

Depois dos 25 anos, a produção de colágeno começa a diminuir, assim como a ação coesiva entre as células que mantêm o aspecto firme. A escolha de cremes anti-idade deve ser baseada nas necessidades da pele para amenizar os efeitos da diminuição de elasticidade e hidratação.

No entanto, a partir dos 30 anos de idade, já devemos investir na nossa poupança de colágeno e iniciar os protocolos de procedimentos dermatológicos, pois os cremes já não dão mais contas do envelhecimento natural da pele para manter uma pele sempre linda!

Veja também:

A importância de começar os cuidados com a pele desde cedo

Para combater rugas, linhas de expressão, manchas no rosto e outros sinais do envelhecimento precoce, é importante começar a rotina anti-idade nos cuidados com a pele desde cedo!

Aos 20 anos, pode até parecer cedo para se preocupar com o rejuvenescimento, mas é nessa idade que se deve começar a prevenir os principais danos, tanto com a limpeza de pele quanto com a proteção solar, entre outros.

Você cuida da sua pele desde cedo? Entre em contato comigo para saber mais sobre rejuvenescimento e agendar uma consulta!

Deixe uma resposta