Tratamentos

Excelente opção de tratamento para a face e o corpo, o AGNIS possui equipamento com mais avançada tecnologia em sistema de radiofrequência microagulhada, atuando no estímulo natural da produção de colágeno e elastina no tecido. Os benefícios do tratamento são duradouros, já que ocorre uma regeneração progressiva do colágeno nos meses seguintes à sessão.

As microagulhas do AGNIS, revestidas de ouro, penetram de forma suave e controlada na pele, reduzindo potencialmente o desconforto durante a aplicação.

As indicações para o aparelho são as mais diversas: ótima para tratamento do envelhecimento da face, pescoço e colo. Também pode ser utilizado para correção de cicatrizes de acne, cicatrizes de cirurgias e traumas, como também para a melhora de estrias. Reduz rugas finas, poros dilatados e auxilia na penetração de produtos que atuam diretamente na redução de manchas e na regeneração da pele envelhecida.

Quando atingem a profundidade indicada para o tratamento, as agulhas passam a emitir a energia da radiofrequência, que é distribuída na região de forma intensa e homogênea. A união das duas tecnologias (microagulhamento e radiofrequência) trazem excelentes resultados.

Para que o tratamento seja praticamente indolor, são utilizados anestésicos tópicos e um resfriador. A região tratada fica avermelhada no dia da sessão e levemente avermelhada no dia seguinte.

O número de sessões depende da necessidade do paciente e cada caso precisa ser avaliado individualmente. O intervalo entre as sessões deve ser de 30 dias. 

Popularmente conhecida como botox, a substância vem de um medicamento de origem biológica obtido a partir da bactéria Clostridium botulinum. Essa é uma das substâncias mais importantes no campo do rejuvenescimento facial, pois é a forma mais popular de redução de rugas faciais.

Os nossos movimentos – seja franzir a testa, sorrir, apertar os olhos, mastigar – levam aos sinais mais comuns de envelhecimento: as rugas. Uma das soluções mais rápidas e mais seguras para que sejam amenizados esses sinais é a aplicação de toxina botulínica. Pois o botox bloqueia os sinais nervosos musculares, enfraquecendo o músculo para que não haja contração, diminuindo assim as rugas faciais indesejadas.

Quando combinada com outros tratamentos, como os preenchimentos dérmicos ou dermoabrasão, melhoram ainda mais os resultados, visto que a combinação de terapias pode ainda ajudar a prevenir a formação de novas linhas e rugas.

Na aplicação, é usada uma agulha muito fina para injetar pequenas quantidades de toxina botulínica em músculos específicos. Essa precisão é necessária para que somente os músculos produtores das rugas sejam enfraquecidos, preservando assim suas expressões faciais. A quantidade de aplicações depende de vários fatores, que incluem as suas características faciais e a extensão de suas rugas.

Não é necessário aplicar anestesia. Não há tempo de repouso ou de recuperação. Os resultados são notados dentro de alguns dias, no entanto, pode levar até uma semana para se ter o efeito completo. Esta melhora normalmente dura cerca de três a quatro meses. Quando os efeitos da toxina botulínica começam a desaparecer, os músculos reagem e as rugas reaparecem.

Mesmo parecendo uma aplicação simples, que não necessita de anestesia, existem 43 músculos na face. Para identificar os pontos corretos, otimizando assim o seu tratamento, o procedimento deve ser realizado por um experiente profissional da saúde.

Tratamento estético que consiste na retirada da camada superficial da pele a fim de estimular o corpo a substituí-la por uma epiderme nova e rica em colágeno, capaz de promover uma pele mais uniforme, lisa e firme. 

Ao ser aplicado de forma precisa, sua energia luminosa se transforma em calor, provocando a destruição do tecido e a remoção da camada mais externa da pele. No processo de cicatrização e renovação, existe um estímulo para a produção de colágeno – proteína que fornece estrutura e sustentação para a derme – e também uma retração deste nas camadas mais internas da pele, originando uma cútis mais firme e elástica.

O laser ablativo é indicado em qualquer parte do corpo e é recomendado no tratamento de uma série de problemas de pele relacionados a marcas, manchas e envelhecimento. Sendo as principais indicações: flacidez da pele, rugas e marcas de expressão, olheiras, estrias, manchas de pele ocasionadas pelo sol, cicatrizes de acne, cicatrizes hipertrofias (pós-cirúrgicas) e rejuvenescimento facial e corporal.

O MD Codes mapeia de forma precisa os pontos da face a serem preenchidos, visando uma aparência mais harmônica e jovial, sem perder a naturalidade, com efeito lifting.

Os preenchimentos são usados para aumentar lábios finos, melhorar contornos superficiais, suavizar rugas faciais e melhorar a aparência das cicatrizes, através do uso do ácido hialurônico, dando volume, devolvendo a sustentação perdida ou desenhando certas áreas do rosto (harmonização facial).

Técnica capaz de promover um efeito rejuvenescedor, com resultados naturais e progressivos a longo prazo. A ativação dos fibroblastos, que passam a produzir novas fibras de colágeno, trazem maior sustentação à pele. A recuperação costuma ser rápida e os efeitos podem ser sentidos até 18 meses após a aplicação, dependendo do caso e tipo de pele.

Procedimento médico com objetivo de rejuvenescer a aparência da pele, removendo as camadas e estimulando a renovação celular. Como podemos observar na própria palavra, peel quer dizer descascar. Os peelings podem ser superficiais, médios ou profundos. O que vai determinar a escolha do tipo de peeling, é a profundidade da lesão a ser tratada. 

No peeling químico são aplicados na pele os ácidos salicílico, glicólico, retinóico e jessner em forma líquida ou máscara, de forma que as camadas da pele são destruídas para serem substituídas, após a cicatrização, por outra mais jovem. O procedimento é indicado para pessoas com manchas, acne, oleosidade excessiva, rugas finas, cicatrizes de acne e fotoenvelhecimento.

No peeling físico ocorre um processo mecânico de lixamento da pele para retirada das células mortas através de substâncias abrasivas. É feita uma esfoliação, que pode ser manual ou através de aparelhos. Como por exemplo a aplicação de oxido de alumínio a vácuo, conhecido como peeling de cristal.

Os sinais de pele são pequenas imperfeições da epiderme (camada superior da pele), e é caracterizada pelo desenvolvimento de células com uma pigmentação mais forte do que o restante da pele, distinguindo-se do restante do corpo. 

Cientificamente, são chamados de nevos, costumam ser mais escuros, e seu aparecimento surge por diversas causas. Possuir sinais na pele é algo bastante comum e, na maioria dos casos, não apresenta risco, provocando, no máximo, um desconforto estético e visual em casos de sinais de nascimento. Porém, se eles começam a surgir a partir de algum momento durante a vida, ou se os sinais existentes passam a apresentar alterações na aparência ou coloração, é preciso ficar atento e procurar um profissional imediatamente. 

A remoção é considerada um procedimento de baixa complexidade, envolvendo uma anestesia local, para que a região fique mais relaxada e apta para realização da operação. A retirada leva em torno de 1h, exceto quando o sinal ocupa uma extensão maior da pele, neste caso, o tempo é estendido. Lesões pequenas são removidas, na maioria das vezes, através de excisões – pequenos cortes ao redor do sinal – que facilitam a sua posterior remoção por completo. Junto desta remoção, é retirado também uma parte normal e saudável da pele, para criar um circulo de segurança, impedindo que partes do nevo possam permanecer e se multiplicar. 

Já quando as lesões são mais profundas e atingem as camadas mais inferiores da pele, impreciso realizar uma sessão especial de congelamento, para que o tecido local possa ser removido e encaminhado para análise. Esta etapa é importante para que uma equipe técnica especializada para averiguar de maneira criteriosa se as células cancerígenas foram totalmente removidas do local. Em caso positivo, é feita a reconstrução da pele do paciente através de enxertos ou retalhos, que irão preencher o espaço e dar uma aparência mais natural para o local operado.

A perda capilar de padrão é uma condição caracterizada pelo afundamento lento e progressivo dos cabelos com miniaturização dos fios e perda de volume. Atinge em média 30% das mulheres, principalmente a partir dos 20 anos de idade. Porém, é mais frequente nas idosas e tem relação com alterações hormonais. 

Como as causas de queda de cabelo podem ser das mais diversas, é essencial um diagnóstico correto, através de exames e análises individuais do paciente. Só assim teremos as ferramentas necessárias para um tratamento efetivo. Como por exemplo a triscopia, exame médico realizado pelo dermatologista, para avaliação profunda dos fios e do couro cabeludo. 

Com luz semelhante à de um laser, a luz intensa pulsada atinge as camadas mais profundas da pele, tratando assim manchas, depilação definitiva, rejuvenescimento da pele e estímulo de colágeno, capazes de produzir um certo calor na parte inferior da pele.

Na preparação, é aplicado um gel condutor entre a luz pulsada e a pele. Antes e após o tratamento, é indispensável o uso de proteção solar.

A dermoabrasão é um procedimento médico em que o local da pele a ser tratada sofre um lixamento para correção de alterações da sua superfície, como cicatrizes ou asperezas. Pode ser feito manualmente ou com uso de aparelhos chamados dermoabrasores (pequenas lixadeiras de alta rotação, semelhantes a um esmeril).

 A anestesia varia quanto a profundidade que se deseja atingir, o tamanho da área a ser tratada e a sensibilidade do paciente, podendo ser feito sem ou com anestesia tópica ou por bloqueio de nervos. 

Uso mais frequente em tratamento de cicatrizes de acne, também usada no tratamento de asperezas de pele como as ceratoses actínicas, ceratoses seborreicas, além de manchas solares, estrias e rejuvenescimento.

Vulneráveis a diversos fatores como perda de elasticidade ao longo dos anos, gravidez, obesidade, assim como ressecamento provocado pela menopausa, a mucosa vaginal e a região genital feminina também envelhece e perde a elasticidade com o avanço dos anos.

Com o laser vulvar (externo), é aplicado um anestésico em forma de gel no consultório e, então, é aplicado feixe de laser na área externa do períneo. Sua ação ativa os fibrócitos adormecidos e os transforma em fibroblastos, que ativam a biossíntese de colágeno novo, fortalecendo a região. A paciente segue suas atividades normais logo após o procedimento.

Não ocorre dores, queimaduras ou qualquer outro transtorno. O tratamento consiste em três sessões, com intervalo de 30 dias. Esse tratamento é realizado em consultório, dada à sua simplicidade. A duração do tratamento é basicamente 30 minutos entre o preparo até a finalização da aplicação do laser.

Nós estamos esperando o seu contato!